segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

HUMILDE PRESÉPIO

No humilde presépio, sem ter nada seu,
Jesus, pobrezinho, sem teto nasceu.
Os céus, estrelados, fulgentes de luz,
Visitam o meigo e divino Jesus.

Autor desconhecido.

Arte: Carl Bloch

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011